quarta-feira, 12 de maio de 2021

Gripe: professores e idosos já podem receber a vacina nas unidades de saúde

Teve início hoje e segue até 8 de junho, a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Nessa etapa, professores e pessoas com 60 anos completos ou mais entram para os grupos a serem atendidos. Os patenses que pertencem a esses públicos já podem deslocar-se à USF de referência para receber o imunizante, sendo o horário de atendimento das 7h30 às 16h30, de segunda a sexta-feira.

Vale destacar que pessoas do primeiro grupo prioritário que ainda não se vacinaram também podem procurar as unidades de saúde para a administração da dose contra a gripe. São elas: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, puérperas e trabalhadores da saúde. A partir de agora o atendimento será por livre demanda, não havendo mais agendamentos. 

Ainda é importante destacar que as vacinas contra a gripe são enviadas ao município por remessas, podendo a aplicação ser suspensa até o reabastecimento dos estoques. Portanto, antes de deslocar-se para vacinação, o cidadão pode consultar o seu agente de saúde ou telefonar na USF de referência para averiguar se a oferta está regular. Neste momento, as unidades estão abastecidas.

Segundo o Ministério da Saúde, quem se vacinou contra Covid-19 deve respeitar o intervalo mínimo de 14 dias para receber a proteção contra a influenza. 

Acompanhe quais são os documentos necessários conforme o grupo prioritário: 

  • idoso: documento oficial com foto e cartão de vacina (se possuir); 
  • professor:  documento oficial com foto e cartão de vacina (se possuir). É necessário também levar documento que comprove o vínculo empregatício com a instituição de ensino: carteira de trabalho, contracheque/holerite, pró-labore ou contrato social da empresa (se proprietário);
  • trabalhador de saúde: documento oficial com foto e cartão de vacina (se possuir). É preciso apresentar documento que comprove a função realizada (para os profissionais da saúde, por exemplo a carteira de registro no conselho de classe correspondente; para os demais trabalhadores, carteira de trabalho ou contracheque). 
  • puérperas: documento oficial com foto e cartão de vacina (se possuir). Ainda devem apresentar documento que comprove o puerpério (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros);
  • crianças: algum documento que comprove a idade e a caderneta de vacinação.

!!! As pessoas já vacinadas contra Covid-19 podem apresentar o cartão que consta essa aplicação, até mesmo para as equipes conferirem se há o intervalo mínimo indicado.


Fonte da matéria : Prefeitura  de Patos de Minas

Compartilhe:

Vereador Lásaro Borges

Autor & Editor

Lásaro Borges é vereador em Patos de Minas - MG, atuante no meio político a mais de 15 anos, ele sempre trabalhou em prol da população, já foi líder comunitário, presidente de bairro, como cidadão lutou por diversas causas sociais e atualmente exerce o papel de representante do legislativo patense, para saber mais sobre Lásaro Borges, clique aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

2016 Portal Lásaro Borges - desenvolvido com tecnologia Blogger Templates By Templateism | Templatelib