sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Altar-mor centenário da antiga Matriz de Santo Antônio tem projeto executivo concluído por empresa de Belo Horizonte e será restaurado em 2020

De inestimável valor para Patos de Minas, o altar-mor representa importante parte da história da origem do município


No início do mês de outubro de 2019, foi concluído o projeto executivo para restauração do altar-mor da antiga Matriz de Santo Antônio, demolida na década de 1960. O altar-mor, um dos últimos vestígios dos bens integrados da antiga matriz do qual que se tem notícia, encontra-se instalado hoje na Igreja Santa Cruz, da comunidade de Ponto Chic.

Esse bem tem importante valor histórico-cultural para o município de Patos de Minas, pois pertencia ao primeiro templo construído no local que formou o núcleo original da cidade. No ano de 1954, a antiga matriz foi abandonada, após a inauguração da Catedral de Santo Antônio de Pádua. Em 1965, a pequena igreja foi demolida, época provável em que o altar foi transferido para a nova matriz.

No ano de 1970, concluiu-se a obra de construção da Igreja Santa Cruz do Ponto Chic, ocasião em que foi solicitada a transferência do altar-mor para a referida igreja. Devido a uma reforma pela qual passou a Catedral de Santo Antônio, o altar já havia sido substituído por um altar de mármore. Portanto, não houve oposição a que se realizasse tal transferência, de forma que tal solicitação foi, de imediato, atendida. No início da década de 70, foi realizada, portanto, a instalação do altar-mor na Igreja Santa Cruz de Ponto Chic, local onde ele se encontra até os dias atuais.

Por tratar-se de um bem de relevante valor histórico para a cidade de Patos de Minas, o altar-mor foi tombado por meio do Decreto n° 2.442, de 15 dezembro de 2002. Dessa forma, conforme afirmou Geenes Alves, historiador e diretor de Igualdade Racial, Memória e Patrimônio Cultural (Dimep), “a restauração desse bem é extremamente relevante para a preservação da história de Patos". O diretor da Dimep acrescentou ainda que "concluído o projeto executivo, com a autorização da Mitra Diocesana, será iniciada em 2020 a restauração do altar-mor, com recurso do Fundo Municipal de Patrimônio Cultural (Fumpac), após aprovação do Conselho Deliberativo de Patrimônio Cultural e do prefeito José Eustáquio.

Fonte da matéria : Prefeitura de Patos de Minas
Compartilhe:

Vereador Lásaro Borges

Autor & Editor

Lásaro Borges é vereador em Patos de Minas - MG, atuante no meio político a mais de 15 anos, ele sempre trabalhou em prol da população, já foi líder comunitário, presidente de bairro, como cidadão lutou por diversas causas sociais e atualmente exerce o papel de representante do legislativo patense, para saber mais sobre Lásaro Borges, clique aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

2016 Portal Lásaro Borges - desenvolvido com tecnologia Blogger Templates By Templateism | Templatelib