terça-feira, 18 de junho de 2019

Alunos de Pindaíbas vão conhecer a lenda da “Mãe do Ouro” para projeto estudantil

Os alunos do 9º Ano da Escola Municipal José Paulo de Amorim, no Distrito de Pindaíbas, município de Patos de Minas, tiveram uma aula diferente nesta segunda-feira (17). Juntamente com o professor de história, Walter Vale, os estudantes foram conhecer “o lugar onde ficaria a Mãe de Ouro”, lenda que faz parte do imaginário dos moradores por décadas. Uma rocha gigante situada a cerca de 1 quilômetros do distrito marca o folclore.
Com garrafas d’água e muita disposição, eles deixaram a sala de aula e seguiram rumo à fazenda do Senhor Antônio Cruz, conhecido como “Tõe da Rita”, onde está a grande rocha no alto do morro. Eles passaram pela ponte sobre o Córrego Pindaíbas, romperam cercas, percorreram trilhos e até enfrentaram o gado. Uma caminhada que durou aproximadamente 1 hora, até chegarem na grande rocha situada no alto do morro.
O Professor de história Walter Vale explicou que o trabalho faz parte de um projeto da Secretaria Municipal de Educação para resgatar a memória. Neste caso, os alunos foram até a rocha com vários metros de altura para fotografar e filmar o ponto onde teria aparecido a “Mãe do Ouro”, mito que faz parte do imaginário dos moradores. Do ponto, é possível ver toda a comunidade, que é cercada por inúmeras árvores.  
Os alunos Maria Eduarda, Amandha Julia e Juann Francisco também falaram sobre este lugar que marca o imaginário dos moradores. Segundo eles, a rocha representa a morada da “Mãe do Ouro”, de onde então parte a “bola de fogo” e percorre a região. Os avós dos alunos também cultivam estas histórias. Segundo Amandha, o avô conta que já tentou garimpar diamante no pé da rocha e acabou se deparando com uma cobra de duas cabeças.
E o dono da terra, Senhor Antônio Cruz, de 74 anos, afirmou que realmente acredita na lenda. “Várias pessoas, curiosos vêm ver”, disse. Segundo ele, a “Mãe do Ouro” apareceu há cerca de 50 anos e já chegou a vê-la passar no alto do céu. “Ela só vai, não volta não”, contou. Ele disse que ela é uma bola muito luminosa, que deixa tudo claro ao passar. Ele também afirmou que história faz parte dos causos dos moradores.
Após a visita, os alunos voltaram para a escola para analisarem as imagens feitas no local e de toda a paisagem do distrito. Uma discussão será feita a respeito das memórias do povo da região, para então encaminhar o trabalho para a Secretaria Municipal de Educação-SEMED. E a excursão vai ficar mesmo marcada na memória dos estudantes. Além de poderem ter contato com a bela imagem de onde residem, situações curiosas aconteceram. Um ovo de urubu, algo que chamou bastante a atenção dos alunos, foi encontrado no alto da rocha.




Fonte: Patos Hoje
Compartilhe:

Vereador Lásaro Borges

Autor & Editor

Lásaro Borges é vereador em Patos de Minas - MG, atuante no meio político a mais de 15 anos, ele sempre trabalhou em prol da população, já foi líder comunitário, presidente de bairro, como cidadão lutou por diversas causas sociais e atualmente exerce o papel de representante do legislativo patense, para saber mais sobre Lásaro Borges, clique aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

2016 Portal Lásaro Borges - desenvolvido com tecnologia Blogger Templates By Templateism | Templatelib