sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Projeto de monitoramento “Olho Vivo Cidadão” será implantado pelo Consep em Patos de Minas

O “Olho Vivo Cidadão”, é uma iniciativa que consiste na atividade de monitoramento de ruas da cidade que será custeada pelos próprios moradores por valores pagos mensalmente. De acordo com o Capitão PM Hebert, o projeto garantirá mais segurança para os bairros e por se tratar de armazenamento em nuvem, será de fácil acesso para os moradores. Além disso, as imagens do Olho Vivo Cidadão poderão ser acessadas ao vivo, com a possibilidade de consultar gravações anteriores. A Polícia Militar (PM) também terá acesso ao monitoramento, agilizando e aprimorando o serviço de vigilância, caso seja necessário.
O projeto é uma iniciativa do CONSEP de Patos de Minas para aumentar a segurança da cidade, tendo cada quarteirão de uma rua como uma célula de segurança. Por meio de um sistema de gravação de vídeo em servidores na internet, a Polícia poderá ver as imagens das câmeras da rua a qualquer hora do dia ou da noite, em tempo real. Além disso, é impossível a um criminoso destruir as imagens já gravadas. Mesmo que ele roube a câmera ou a destrua, as gravações estarão a salvo para serem vistas, pois ficam gravadas na internet. “Por meio de câmeras de alta qualidade estrategicamente posicionadas, o morador e seus vizinhos poderão ter um sistema olho-vivo próprio. Tudo e todos que entrarem ou saírem da sua rua serão gravados e você poderá ver as imagens em tempo real ou pesquisar informações passadas de qualquer computador ou celular”, informou o militar.
Uma senha de acesso ao sistema será dada para a Polícia que poderá ver as imagens a qualquer hora do dia ou da noite.  Em cada esquina da rua serão afixadas placas que identificam sobre a operação do sistema e que alertam: A Polícia pode ver as imagens a qualquer hora do dia ou da noite. O projeto deverá ser instalado nos mesmo moldes dos já existentes em Uberaba no Triangulo Mineiro e São Gabriel no Rio Grande do Sul.
O “Olho Vivo Cidadão”, a iniciativa consiste na atividade de monitoramento de ruas da cidade que será custeada pelos próprios moradores por valores pagos mensalmente. De acordo com o Capitão PM Hebert, o projeto garantirá mais segurança para os bairros e por se tratar de armazenamento em nuvem, será de fácil acesso para os moradores. Além disso, as imagens do Olho Vivo Cidadão poderão ser acessadas ao vivo, com a possibilidade de consultar gravações anteriores. A Polícia Militar (PM) também terá acesso ao monitoramento, agilizando e aprimorando o serviço de vigilância, caso seja necessário.
No site www.olhovivocidadao.com.br, a pessoa pode ter mais informações e se cadastrar para participar do projeto. Inicialmente, moradores que quiserem aderir ao serviço pagarão à quantia de R$50,00 por mês, valor poderá baixar de acordo com a adesão das empresas. Inicialmente estamos com uma parceira, mas a ideia é que pelo menos cinco empresas gerenciem a monitoração. A localização das câmeras será definida pelo serviço de inteligência da PM. No dia 30 de agosto empresas de segurança e Consep estarão reunidos na sede da Acipatos as 14:00hs para traçar metas do projeto.

Compartilhe:

Vereador Lásaro Borges

Autor & Editor

Lásaro Borges é vereador em Patos de Minas - MG, atuante no meio político a mais de 15 anos, ele sempre trabalhou em prol da população, já foi líder comunitário, presidente de bairro, como cidadão lutou por diversas causas sociais e atualmente exerce o papel de representante do legislativo patense, para saber mais sobre Lásaro Borges, clique aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

2016 Portal Lásaro Borges - desenvolvido com tecnologia Blogger Templates By Templateism | Templatelib