terça-feira, 26 de junho de 2018

Greve da educação atinge 64 escolas na região e 600 servidores, diz Sind-UTE

A greve dos servidores da educação em Minas Gerais chegou a quase duas semanas nesta segunda-feira (25) com um impasse que parece não ter fim.  Esta é a segunda paralisação da categoria em 2018, que tem como motivações os atrasos e parcelamentos dos pagamentos da categoria.
Segundo informou Sheila Maria Lucas, que é coordenadora do Sind-UTE/MG em Patos de Minas, a greve dos professores teve início no dia 11 de junho, quando mais uma vez diante do descumprimento do pagamento dos salários no 5º dia útil, ficou definida paralisação das atividades da educação no Estado de Minas Gerais.
Ainda segundo Sheila Maria Lucas, pelo menos 64 escolas da região, que fazem parte da jurisdição do Sind-Ute/MG, foram afetadas pela greve e mais de 600 profissionais aderiram ao movimento grevista. A sindicalista enfatizou que enquanto os salários não forem pagos a todos os servidores, ativos e inativos, a greve vai continuar.
Em Patos de Minas as adesões vem ocorrendo de forma parcial. Até a semana passada, 10 escolas tinham sido afetadas pelas paralisações. Nesta segunda-feira, o Sind-UTE não soube informar quantas instituições de ensino seguem atingidas. Não há previsão de como será feita a reposição das aulas perdidas, já que segundo os grevistas,  isso só será definido após o término das negociações com o governo.
Fonte: Patos Já
Compartilhe:

Vereador Lásaro Borges

Autor & Editor

Lásaro Borges é vereador em Patos de Minas - MG, atuante no meio político a mais de 15 anos, ele sempre trabalhou em prol da população, já foi líder comunitário, presidente de bairro, como cidadão lutou por diversas causas sociais e atualmente exerce o papel de representante do legislativo patense, para saber mais sobre Lásaro Borges, clique aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

2016 Portal Lásaro Borges - desenvolvido com tecnologia Blogger Templates By Templateism | Templatelib